Nós criamos nossa realidade. Como assim?Tudo que pensamos e desejamos profundamente, as coisas no qual temos foco e dedicação nos cercam e passam a fazem parte de nossa realidade, portanto temos essa escolha. Uma pessoa que constantemente passa por momento de decepção e derrotas em sua vida e rende sua consciência e realidade para passar a acreditar que assim é sua vida escolheu e criou essa realidade em sua consciência.

Quando nos sentimos derrotados e passamos fases ruins em nossas vidas buscamos incessantemente alguém, alguma coisa, algum momento ou circunstância para culpar, sem dúvidas existem mil motivos em que podemos nos apegar e apontar. Fazemos diariamente isso no calor de nossas emoções e sim “estamos certos” na maioria das vezes, porem nada nem ninguém é culpado pelo que acontece e afeta nossa realidade, nada nem ninguém é obrigado e ir, ficar, olhar, falar, ajudar, apoiar. Então se pararmos para pensar e desconsiderarmos o ponto de vista cultural e religioso em que crescemos e nos apegamos, chegaremos a conclusão de que somos senhores de nossa existência, isso nos dá o poder de escolher caminhos, tomar decisões, serão o espelho do reflexo de nossa realidade. Mas a vida acontece tudo é corrido e muito rápido em nossas vidas, perdemos a capacidade de nos concentrar e meditar profundamente sobre nós mesmos, pois estamos preocupados com o que nos cerca e ignoramos o fato de que tudo parte de nossa consciência e ponto de vista.

Nosso cérebro processa cerca de 400 bilhões de bits de informação por segundo, mas temos consciência de apenas 2 mil, aquilo que esta na superfície de nossa consciência coisas que vemos e sentimos de forma mais intensa, isso faz com que sejamos guiados por esses sentimentos e sensações, é quando perdemos a capacidade de projetar nossa realidade mais solida e objetiva para com o que queremos atingir ou conquistar em nossas vidas, seja essa conquista material ou não.

Aprender a projetar nossa realidade é como pegar uma lanterna e iluminar esses mais de 9 milhões de bits de informação do qual não temos consciência em nosso dia a dia. Só assim iremos definitivamente parar de buscar algo ou alguém para culpar, para então sermos capazes de desenvolver e aprimorar a tão rara INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, e aplicar em nossas atividades e ambientes organizacionais .